FMGARCIA - SAMP
Bem vindo ao nosso Fórum, faça o seu registro gratuito.
Respeite as regras do fórum e do servidor.
Nosso servidor é *Role-Playing Game - RPG*.
Nosso lema é: *DIVERSÃO*.
IP: 54.39.145.16:7720
FMG - O MELHOR SERVIDOR RPG SAMP - RADIO ONLINE
Estatísticas
Temos 29 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de aderder27

Os nossos membros postaram um total de 323 mensagens em 286 assuntos
Social bookmarking

Social bookmarking digg  Social bookmarking delicious  Social bookmarking reddit  Social bookmarking stumbleupon  Social bookmarking slashdot  Social bookmarking yahoo  Social bookmarking google  Social bookmarking blogmarks  Social bookmarking live      

Conservar e compartilhar o endereço de FMGARCIA - SAMP em seu site de social bookmarking

Deixe seu Like

Últimos assuntos
» Cheats GameShark Pokémon Fire Red GBA
Processadores Intel - Potência e desempenho EmptyHoje à(s) 16:30 por HuemersonFMG

» Cópia gratuita do game Grand Theft Auto: San Andreas
Processadores Intel - Potência e desempenho EmptyQua 18 Set 2019, 09:49 por HuemersonFMG

» GTA SA - DETONADO
Processadores Intel - Potência e desempenho EmptyTer 17 Set 2019, 14:51 por HuemersonFMG

» Amazon Prime chega ao Brasil
Processadores Intel - Potência e desempenho EmptyQui 12 Set 2019, 11:17 por HuemersonFMG

» ARC Welder: a maneira mais fácil de rodar apps do Android no PC
Processadores Intel - Potência e desempenho EmptyTer 10 Set 2019, 17:28 por HuemersonFMG

» FERIADO NACIONAL 12 DE OUTUBRO – NOSSA SRA APARECIDA
Processadores Intel - Potência e desempenho EmptySeg 09 Set 2019, 11:01 por HuemersonFMG

» Dia do Irmão 5 de Setembro de 2019 (Quinta-feira)
Processadores Intel - Potência e desempenho EmptyQui 05 Set 2019, 17:03 por HuemersonFMG

» Scripts Diversos 4
Processadores Intel - Potência e desempenho EmptyQua 04 Set 2019, 14:29 por HuemersonFMG

» Açúcar Caramelizado
Processadores Intel - Potência e desempenho EmptyQua 04 Set 2019, 10:47 por HuemersonFMG

» Pudim de banana
Processadores Intel - Potência e desempenho EmptyQua 04 Set 2019, 10:33 por HuemersonFMG

» PAWN linguagem de programação
Processadores Intel - Potência e desempenho EmptySeg 26 Ago 2019, 18:40 por HuemersonFMG

» Homem X Mulher
Processadores Intel - Potência e desempenho EmptyDom 25 Ago 2019, 21:18 por HuemersonFMG

» Como criar comandos com o ZCMD & strcmp.
Processadores Intel - Potência e desempenho EmptySex 23 Ago 2019, 10:15 por HuemersonFMG

» UserBenchmark
Processadores Intel - Potência e desempenho EmptyQui 22 Ago 2019, 17:40 por HuemersonFMG

» Exército ♀
Processadores Intel - Potência e desempenho EmptySex 16 Ago 2019, 13:49 por HuemersonFMG


Vagas Administrativas Servidor FMGsamprpgvr

Já pensou em ser membro da nossa equipe de ADMs?
inscreva-se temos vagas no servidor - Leia as REGRAS no fórum - Envie este formulário e aguarde nosso contato. Tem que ser membro do fórum e trazer no minimo cinco amigos para o Servidor.



FMGSAMP

Setembro 2019
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930     

Calendário Calendário

Membros On Line

Total de visitantes

Bem vindos

Familia Garcia SAMP
Idev Games Categorias
Administradores


Processadores Intel - Potência e desempenho

Ir em baixo

Vip Processadores Intel - Potência e desempenho

Mensagem por HuemersonFMG em Qui 10 Jan 2019, 15:41

Processadores Intel - Potência e desempenho Screen39
Processadores Intel - Potência e desempenho

Processadores Intel – Celeron
A Intel já anunciou o encerramento da linha Atom, fazendo do Celeron o modelo mais básico da empresa. As gerações atuais trabalham com 2 ou 4 núcleos, comumente com clocks mais baixos, assim como TDPs menores. Essas características fazem do Celeron uma opção ideal para máquinas mais simples e baratas. Ele pode endereçar apenas 8 GB de memória RAM em algumas versões, além de trazer os gráficos mais básicos da Intel. O próprio chipset também é bastante limitado, suportando menos portas USB, SATA e linhas PCI Express.

Processadores Intel - Pentium
Trata-se de um processador um pouco mais potente. Os clocks são consideravelmente maiores que do Celeron, assim como o cache, o que se traduz em um desempenho maior. Ainda mantendo uma boa relação custo-benefício, o Pentium suporta mais memória RAM (chegando até 64 GB), possui gráficos integrados superiores (telas até 4K) e trabalha com as APIs mais recentes, como o DiectX 12.

Processadores Intel - Core i3
O Core i3 é limitado a 2 núcleos, porém o Core i3 consegue ser mais potente que os anteriores mesmo com menos núcleos. O principal motivo desse desempenho extra é o suporte ao Hyperthreading, tecnologia que faz com que cada núcleo consiga processar duas instruções iguais como se fossem uma. Os sistemas operacionais interpretam o Hyperthreading como se cada núcleo seja “duplo”, mas não é isso que acontece na prática. A execução do sistema, ou de qualquer programa ou jogo, possui diversas instruções idênticas e sequenciais. Ao invés de usar dois ciclos de clock, o Hyperthreading as executa usando somente um. Isso resulta, na prática, em uma melhoria de cerca de 30% em média por núcleo. Além disso, o Core i3 suporta os chipsets mais recentes da Intel.

Processadores Intel - Core i5
Já considerado de alto desempenho dos processadores Intel. Com o Core i5, voltamos a ter opções de 2 ou 4 núcleos. Mas há um porém: todos os modelos – pelo menos até a sexta geração – são limitados a 4 threads. Ou seja, modelos dual-core trazem o Hyperthreading. Os modelos quad-core, não, focando no poder de fogo dos núcleos combinados. Possui um diferencial importante em relação ao Core i3. Trata-se do Turbo Boost, que aumenta a frequência de operação dos núcleos se o processador está bem refrigerado. É uma espécie de overclock controlado de fábrica, e o resultado é um ganho de performance perceptível na grande maioria das aplicações.

Processadores Intel - Core i7
O Core i7 não é limitado a nada, sendo o modelo mais potente da Intel em qualquer geração. Ele está disponível em versões de dois núcleos (versões de baixa voltagem) até 10 núcleos. Independentemente disso, todos os modelos trazem Turbo Boost e Hyperthreading. Ou seja, podem chegar até 20 threads, como é o caso do Core i7-6950X da série Extreme Edition. Conta com todas as tecnologias da Intel, sendo a melhor opção para quem prioriza desempenho acima de tudo. Independentemente de geração, tamanho da máquina ou qualquer outro quesito, ele é a escolha certa para gamers hardcore e profissionais multimídia, que necessitam de um processador poderoso para rodar programas CAD e editores de vídeo.

Processadores Intel Core vPro
Os novos computadores baseados na 8ª geração de processadores Intel Core VPro estão prontos para o que vier em todo o espectro de necessidades de inteligência empresarial: analisar, compartilhar, transformar e prever padrões rapidamente. A tecnologia fornece segurança de hardware aprimorada, gerenciabilidade remota, estabilidade flexível e recursos de melhoria de produtividade.

PROCESSADORES INTEL CORE m3
Coloque rapidez, potência e gráficos em HD 4K em dispositivos 2 em 1 e notebooks. Interaja com toque, voz, e a caneta. Dez horas de autonomia da bateria1 permitem que os usuários façam mais e por mais tempo.

Processadores Intel - Core M
Por fim, temos o Core M, linha mais recente de processadores Intel. Com clocks bastante reduzidos, mas um Turbo Boost poderoso, ele é voltado para máquinas extremamente finas, como o Macbook. Seu foco está longe de ser desempenho, mas sim uma experiência de uso equilibrada em modelos que não exigem coolers ativos. Mesmo com clocks menores, o Core M consegue níveis de desempenho maiores do que o Celeron e o Pentium. Ainda assim, não é um modelo voltado para jogos, sendo voltado especificamente para notebooks que não contam com placas de vídeo dedicadas.

Processador Intel Cor - i9-9900K
A nova 9ª geração de processadores desktop Intel Core, o primeiro processador desbloqueado para desktop convencional. Quando combinado com a Intel Optane memory, acelera o carregamento e a abertura dos seus jogos. Com até 5 GHz e multitarefas de 16 vias.

Processadores Intel Core série X
A família de processadores Intel Core série X é nosso processador mais potente de todos os tempos. Seu PC é seu estúdio: produza vídeos incríveis em 4K ou em 360 graus, fotografias fantásticas ou música impressionante. Essa é a ferramenta mais avançada para a experiência de jogos e realidade virtual com o poder de fazer tudo.

As threads nos processadores
a thread é uma divisão do processo principal de um programa. Todavia, nem todos os processos são divididos em múltiplas threads, assim como nem todos os processadores são capazes de trabalhar “tranquilamente” com uma enormidade de threads. Os mais recentes processadores vêm com especificações quanto aos núcleos e às threads. E como saber o que exatamente isso significa? Vamos tomar como exemplo o processador Intel Core i7 2600. Verificando no site da fabricante, temos a informação de que esse modelo vem com quatro núcleos e tem suporte para trabalhar com até oito threads.

Os chamados “processos” são módulos executáveis, os quais contêm linhas de código para que a execução do programa seja realizada apropriadamente. Isso quer dizer que o processo é uma lista de instruções, a qual informa ao processador que passos devem ser executados e em quais momentos isso acontece. Os processadores trabalham muito bem com os processos, mas a execução de muitos processos simultaneamente acarreta na lentidão da CPU. Isso ocorre porque, mesmo um processador tendo dois ou mais núcleos, existe um limite para ele. Uma CPU com dois núcleos, por exemplo, pode trabalhar com dois processos simultaneamente. No entanto, se você pressionar as teclas “Ctrl + Shift + Esc”, vai verificar que o sistema operacional trabalha com dezenas de processos ao mesmo tempo. No entanto, tudo parece rodar perfeitamente na sua tela.

O básico: números dos processadores Intel
Do Core M ao Core i7, a numeração dos modelos dos processadores pode ser desconstruída da seguinte forma:

2ª geração: Sandy Bridge (32 nanômetros);
3ª geração: Ivy Bridge (22 nanômetros);
4ª geração: Haswell (22 nanômetros);
5ª geração: Broadwell (14 nanômetros);
6ª geração: Skylake (14 nanômetros);

Pois bem, as gerações representam o “tick tack” da Intel. Os números pares indicam uma diminuição da litografia (e novos gráficos), enquanto o ímpares mostram uma mudança na arquitetura. Após o Skylake, a Intel estendeu o tick tack, trabalhando com uma terceira etapa: otimização. Ou seja, a geração Kaby Lake, a sétima, continuará com 14 nanômetros, sendo uma otimização do Skylake.

O primeiro número indica a geração, enquanto os outros indicam o SKU (Stock Keeping Unit – Unidade de Manutenção de Estoque, em português). No caso do Core M, por algum motivo, a letra que o categoriza é inserida entre a geração e o SKU, enquanto ele é posicionado ao final no Core i3/i5/i7. Isso, provavelmente, por contar com um número pequeno de modelos, se comparado aos outros.

Dentro de uma mesma família, números maiores de SKU indicam uma maior potência. Por exemplo: um Core i7-6920HQ é mais rápido do que um Core i7-6700HQ, mesmo que ambos tragam as mesmas letras. Isso é alcançado tanto por tecnologias internas diferenciadas quanto pelo clock maior e mais cache. É necessário, porém, comparar modelos dentro de uma mesma plataforma: um processador de desktop com outro de desktop e um modelo de notebook contra outro modelo de notebook.

Processadores de desktop e de notebooks podem até trazer numerações similares (como o Core i7-6700K e o Core i7-6700HQ, respectivamente), mas são processos de fabricação diferentes. Essencialmente, o que varia é a TDP, já que desktops são capazes de refrigerar modelos mais potentes, e exatamente por isso usam letras diferentes, apesar da numeração ser a mesma. Então, vamos às letras.

Do Y ao X nos processadores Intel
A escolha das letras varia conforme a geração dos processadores. Não vamos mentir: a classificação da Intel é, por vezes, confusa. Em muitos casos, a diferença entre elas é um detalhe bem atomizado.

Por exemplo: os modelos com “U” no final são voltados para ultrafinos, trazendo uma TDP extremamente baixa. Esse “U” é uma simplificação de ULV (Ultra Low Voltage – Voltagem Extremamente Baixa, em português). Até o momento, a Intel não lançou um modelo da baixa voltagem com mais de dois núcleos, e todos eles contam com clocks mais baixos do que suas versões comuns de notebooks (com sufixo “M” em alguns modelos).processadores Intel

Mas há uma família ainda “mais ULV do que a própria família ULV”: as que usam o sufixo “Y”. Esses modelos trazem uma TDP e voltagens ainda mais baixas: caem de aproximadamente 15 watts para 4-5 watts. Trata-se do Core M, que não necessita de um sistema de refrigeração ativo, com cooler. A Intel conseguiu esse feito usando clocks extremamente baixos (na faixa dos 1 GHz), e um Turbo Boost extremamente agressivo, ultrapassando os 2,0 GHz com facilidade.

O Core M e modelos ULV, com o sufixo “U”, são voltados para máquinas menores, mais econômicas. São projetados para economizar bateria e não esquentar muito, e não em desempenho.

Subindo um pouco a TDP, temos os modelos “T”. Eles não são tão econômicos quanto os ULV, mas foram projetados para trabalhar em seus estágios mais baixos de tensão. Ou seja, trazem um nível de performance maior, mas não consomem tanta energia quanto os modelos “M”. Já os modelos “S” são bastante similares aos “T”, mas são projetados para manter clocks maiores, ainda que o clock máximo seja similar.

Subindo o clock, temos os modelos quad-core, que trazem o sufixo “Q”. Como explicamos em nosso artigo anterior, somente o Core i5 e o Core i7 trazem quatro núcleos, ainda que o Core i5 quad-core não traga Hyperthreading. O modelos quad-core, no caso dos modelos para notebooks, geralmente trazem o junto o sufixo “H”, que significa gráficos de alto desempenho. Nada tem a ver com a GPU dedicada, e sim com os gráficos integrados da Intel.

Modelos “K” e “X” focam nos overclockers, pessoas que querem aumentar as frequências de fábrica para extrair mais desempenho das CPUs.

Entrando no segmento de alto desempenho para desktops, temos as letras “K” e “X”. Os modelos que trazem “K” (unlocked) ao final são desbloqueados. É possível ajustar a frequência de operação máxima para extrair ainda mais desempenho. Isso acontece por meio de ajustes de tensão, do clock base e seu multiplicador. Conforme o clock aumenta, é necessário recorrer a soluções mais modernas de refrigeração, já que o processador passa a trabalhar mais quente.

Assim como o sufixo “K”, o “X” também é destravado. Só que se trata de um tipo especial de processador, conhecido como Extreme Edition da Intel. Basicamente, ele é o melhor processador da empresa para o consumidor, mirando nos entusiastas. São produtos no refinamento do processo de fabricação da geração anterior. E, mesmo assim, são os processadores mais rápidos do mercado.

O Broadwell-E, por exemplo, pertence à quinta geração, e não à sexta. É o caso do Core i7-6950X, um monstro com 10 núcleos de processamento (e 10 threads, já que conta com Hyperthreading) para o consumidor que espera o melhor, seja em jogos ou em aplicações profissionais. Modelos da série Extreme não contam com gráficos integrados, reservando todos os seus transistores para melhorar a eficiência de cada um dos núcleos. E, por serem os modelos mais sofisticados da Intel, suportam overclocks maiores.
HuemersonFMG
HuemersonFMG
Fundador - ADM
Fundador - ADM

Mensagens : 318
Pontos : 12543
Reputação : 0
Data de inscrição : 11/06/2018
Idade : 46
Localização : Brasil

FMGRPG
FMG:
Processadores Intel - Potência e desempenho Left_bar_bleue200/100Processadores Intel - Potência e desempenho Empty_bar_bleue  (200/100)

Ver perfil do usuário https://play.idevgames.co.uk/profile/Huemerson

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum